Antepi - Español Antepi - Português Antepi - Strategic Consultancy

Fundos Revitalizar

Não só por vocação, mas sobretudo por uma sustentada convicção, a ANTEPI procura proporcionar às PME viáveis condições de acesso a dois tipos de capital: Capital Técnico e Capital Financeiro.
Ou seja, não se descaracterizando, as empresas recorrerem às mais valias externas de que poderão ter necessidade para levar a bom termo um novo Plano de Negócios, nomeadamente através do Programa Revitalizar. 

Condições de Sucesso
As empresas que decidem recorrer a estes Fundos devem ter – segundo o Ministério da Economia – estas condições de sucesso:
  1. Um bom Plano de Negócios
  2. Uma autêntica Equipa de Gestão
  3. Disponibilidade para dialogar com a Entidade Gestora dos Fundos
  4. O Plano de Negócios conduzir a uma excelente capacidade para libertar fundos

Sectores de Actividade (CAEs)
  • Indústria: 05 a 33 
  • Energia: 35 
  • Construção: 41 a 43 
  • Comércio: 45 a 47 
  • Transportes e Logística: 493, 494 e 52 
  • Turismo: 561, 563, 771 e 791 + Se declaradas de interesse para o turismo (77210, 90040, 91041, 91042, 93110, 93192, 93210, 93292, 93293, 93294 e 96040) 
  • Serviços: 37 a 39, 58, 59, 62, 63, 69, 70 a 74 + 77 (exclusão de 771 e 77210 se declarada de interesse para o turismo) + 78, 80 a 82, 90 (exclusão 90040) + 91 (exclusão de 91041 e 91042) + 95 + 016 + 022 + 024 + 799 + 64202 
  • Poderão ser autorizadas excepções à CAE

Fase de Transição:
Continua por definir a metodologia de acesso aos Fundos Revitalizar. No entanto, tudo recomenda que as empresas interessadas adoptem desde já uma postura adequada, sob pena a virem a ficar excluídas do processo. Nesta fase de transição, há um conjunto de regras de bom senso que podem servir de guia. A saber:
  1. Ter presente que a análise será feita, caso a caso, pela Entidade Gestora – e só – e o figurino da intervenção deverá passar, por norma, por uma participação no Capital e, muito provavelmente na Gestão. 
  2. Num primeiro momento, convirá apresentar à Entidade Gestora do Fundo um “sumário” de 1 ou 2 páginas com:
    • A proposta de intervenção
    • As perspectivas de negócio
    • As contas do último ano (de preferência auditadas).
    • Desta forma a empresa poderá desde logo sujeitar-se à passagem por um “crivo” e avançar sem um acordo prévio. .
  3. Se é certo que as condições de acesso são genericamente exigentes, convém não esquecer que as regras de intervenção só serão integralmente conhecidas uma vez concretizado o negócio. A análise das operações é necessariamente casuística. 

Programa REVITALIZAR

ANTEPI © 2018 | Política de Privacidade